Outra politica de drogas é possível?

Compartilhar:

Confira nossa animação que conta um pouco da atuação do mandato Renato Cinco 50555 em relação à política de drogas.

Renato Cinco é reconhecido por sua luta contra a “guerra às drogas”, que produz o genocídio da juventude negra e pobre. Por isso, participa da organização da Marcha da Maconha e do Movimento pela Legalização da Maconha.

Como vereador, seu primeiro ato foi apresentar o requerimento da CPI das Internações Compulsórias. A CPI não foi instalada por pressão contrária do prefeito e de sua base. Um ano e meio depois, ficou claro que essa CPI investigaria os contratos, suspeitos de fraudes, do Executivo Municipal com as Comunidades Terapêuticas.

A trajetória de Cinco no parlamento foi orientada pela certeza de que a política municipal que deve ser adotada para o usuário de drogas é o cuidado. Nesse sentido, defende ações de Redução de Danos e mais investimentos na Rede de Atenção Psicossocial e nos serviços públicos garantidores de direitos humanos. São necessários 32 CAPS AD e existem apenas 8.

Com a Copa e as Olimpíadas, a cidade viveu uma verdadeira limpeza urbana. Os mais pobres foram empurrados para áreas distantes da região turística. O recolhimento compulsório continua sendo utilizado em favor dessa lógica. Isso não pode continuar!

Basta de guerra aos pobres! Por outra política de drogas na cidade do Rio!

Pelo socialismo e pela liberdade, vote 50.555!

Compartilhar:

Milhares lotam a Carioca com Freixo e Luciana

Compartilhar:

Uma bela noite! O Largo da Carioca foi palco do Comício Mudar é Possível, nesta quinta-feira (15), com Marcelo Freixo e Luciana Boiteux. Milhares de pessoas ocuparam a praça pública para reafirmar que a arrancada para o segundo turno da eleição será nas ruas! Vamos levar o #50 para todos os cantos da cidade, com toda força, esperança e vontade de tornar o Rio em uma cidade mais democrática e justa! Vamos que vamos, que vai ser desse jeito que o Rio de Janeiro vai ter Freixo 50 Prefeito! É possível!

A página de Renato Cinco no facebook transmitiu a atividade ao vivo. Confira como foi:
(veja também as fotos abaixo)

Fotos: Flickr Marcelo Freixo:

29084928254_f202272125_k

29084932234_f1f04d3b87_k

29084962274_06c923f341_k

29086735313_3b3e75fc78_k

29099982534_e9d03b06dd_k

29420288420_d72c28c3b1_k

29630233801_0e0e797697_k

 

Compartilhar:

Comício Mudar é possível!

Compartilhar:

Temos um encontro marcado nesta semana. Marcelo Freixo e Luciana Boiteux convocam todas e todos que acreditam que outra cidade é possível a estarem no Largo da Carioca na quinta-feira (15), a partir das 18h30.

O comício (confirme presença aqui) marcará a contagem regressiva de 3 semanas até o primeiro turno das eleições. É a hora da nossa arrancada rumo ao segundo turno para derrotar o PMDB no Rio!

Após o ato, acontecerá uma confraternização no Comitê de Renato Cinco 50555, que fica na Rua da Lapa, 107 (quase em frente à ACM).

Confirme presença no evento da confraternização no facebook aqui

Vamos juntos construir outra cidade! É possível!

Compartilhar:

Uma noite histórica: Freixo debate na Cinelândia

Compartilhar:

Uma noite histórica na Cinelândia!

Mais de cinco mil pessoas lotaram a praça da Cinelândia na última quinta-feira (25) para assistir Marcelo Freixo, que acabou ficando de fora do primeiro debate de tv (na bandeirantes) entre os prefeitáveis do Rio de Janeiro. Além da praça pública lotada, mais de 300 mil pessoas assistiram às diversas transmissões feitas pela internet das respostas que o candidato do PSOL fazia a cada pergunta realizada no debate da band. Freixo respondeu sobre segurança pública, educação e outros temas sem fugir de tabus e a cada resposta era ovacionado pela multidão efusiva na cinelândia.

Assista abaixo como foi:

ENTENDA O CASO:

O Supremo Tribunal Federal decidiu, por 5 (cinco) votos a 3 (três), que os candidatos bem colocados nas pesquisas eleitorais poderão estar presentes nos debates nas TVs, desde que sejam convidados pelas emissoras.

Apesar de Marcelo Freixo estar como segundo colocado na disputa para a prefeitura do Rio, a mini reforma política, promovida por Eduardo Cunha (PMDB), impedia os partidos com menos de dez deputados federais de participarem destes programas.

A situação poderia ser revertida se dois terços dos candidatos com presença garantida concordassem com a participação de Marcelo Freixo. Entretanto, Pedro Paulo (PMDB), Flávio Bolsonaro (PP) e Índio da Costa (PSC) vetaram a sua presença. Como a decisão do STF aconteceu após o debate promovido pela TV Bandeirantes, no último dia 25, Marcelo ficou de fora deste primeiro embate.

Como se vê acima, o tiro saiu pela culatra, pois Freixo promoveu um debate em praça pública, transmitido ao vivo pela internet, que reuniu mais de cinco mil pessoas na Cinelândia. O vídeo exibido teve mais de 300 mil visualizações e ainda rendeu repercussão nos noticiários do dia seguinte.

O próximo debate televisivo será promovido pela Rede TV, na sexta-feira (02), a partir das 22h15.

 

Compartilhar: