Polícia mexicana mata professores e estudantes

Compartilhar:

No último domingo (19), uma manifestação terminou em massacre em Oaxaca, no México. O ato convocado pela Coordenadoria Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE) – sindicato de professores – reuniu centenas de manifestantes em defesa da educação e foi duramente reprimido pela polícia.

Além de 6 ativistas assassinados, mais de 50 pessoas ficaram feridas e pouco mais de 20 detidas. Tal manifestação faz parte de um processo de luta iniciado em 2013, quando o governo mexicano impôs um reforma educacional, que tem garantido redução dos direitos trabalhistas.

Em discurso no plenário, Renato Cinco repudiou a ação truculenta e assassina da polícia mexicana. “A comunidade internacional precisa levantar a sua voz e exigir do governo mexicano e da polícia federal do México que os desaparecidos sejam apresentados à sociedade”, afirmou.

Veja o discurso na íntegra:

Aqui no Rio, um ato em repúdio ao massacre ocorrido em Oaxaca está marcado para essa sexta-feira (24), no consulado mexicano. A concentração para o protesto será realizada, às 13h, no Largo do Machado.

Evento no facebook.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *