Gritos das Excluídas e dos Excluídos

Compartilhar:

A Independência do Brasil foi proclamada no dia 7 de setembro de 1822 por D. Pedro I. Quase dois séculos depois, com tanta pobreza e corrupção, uma pergunta ecoa: temos o que comemorar? E é partindo desse questionamento que o Grito dos Excluídos e das Excluídas chega, em 2015, a sua 21º edição.

A manifestação, que acontece anualmente em diversos locais do país, propõe que todos reflitam sobre a independência que temos e porque a comemoramos. Justamente por isso, como um contraponto à independência proclamada pelas elites brasileiras, acontece no dia 7 de setembro e se coloca como o grito de independência de todas e todos que ficaram à margem da proclamação “oficial”.

Esse ano, o tradicional tema “A vida em primeiro lugar” vem aliado ao lema “Que país é esse que mata gente, que a mídia mente e nos consome?”, chamando atenção para a situação de violência institucional, que afeta principalmente as juventudes das periferias, e para o poder que os meios de comunicação têm de manipular a sociedade.

Assim, na próxima segunda-feira (07), a partir das 09h, diversos movimentos sociais se reunirão no centro do Rio (na esquina da Rua Uruguaiana com a Av. Presidente Vargas).

Mais informações, no evento.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *