Oficina de cartazes e faixas no IFCS

Compartilhar:

Oficina de cartazes e faixas no IFCS

Repetindo a vitoriosa experiência do ato passado, haverá uma oficina de cartazes e faixas para a manifestação, a partir das 14h, no IFCS (Largo do São Francisco). O Instituto servirá também de ponto de encontro para o Bloco “Nada deve parecer impossível de mudar!” e para diversos movimentos sociais. Nosso mandato estará lá!

Compartilhar:

Nova diretoria toma posse no Sindicato dos Jornalistas

Compartilhar:

sindjorFinalmente, jornalistas e profissionais de comunicação do Rio têm um sindicato para chamar de seu. A posse da nova diretoria do Sindicato dos Jornalistas aconteceu na segunda-feira (26). O mandato do vereador Renato Cinco (PSOL) esteve presente, saudando os empossados.

Os profissionais de comunicação do Rio de Janeiro têm agora um sindicato forte, que lutará de fato pelos direitos da categoria. Um sindicato que efetivamente representará os profissionais do setor e que avançará nas conquistas salariais, de condições dignas de trabalhos e principalmente na liberdade de expressão.

O momento é de batalhar pela democratização da comunicação e o mandato do vereador Renato Cinco está certo de que os/as companheiros/as Paula Mairan, Randolpho Souza, Claudia Abreu, Camila Marins, Amélia Sabino, Andre Vieira, José Olyntho, Regina Quintanilha, Raquel Júnia, Samuel Tosta, Gizele Martins, Vivian Viríssimo, Daniel Fônseca, Cecília Moraes, Fran Ribeiro, Alvaro Britto, Sylvia Moretzsohn e Dante Gastaldoni estão comprometidos/as com tal luta.

Democratizar a informação é o único caminho para combater a violência imposta pelos donos das empresas de comunicação, ajudando na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Parabéns!

Compartilhar:

Polícia expulsa manifestantes do Ocupe Cabral

Compartilhar:

O acampamento contava com a simpatia dos vizinhos, que o abastecia com comida, bebida e outros itens.

004

Foram 10 dias de ocupação no bairro mais valorizado do Rio. Cerca de 15 pessoas montaram barracas, na Avenida Delfim Moreira, esquina com a Rua Aristide Espindola, no Leblon a uma distância de 100 metros da casa do governador Sergio Cabral.

O grupo pleiteava uma reunião com o governador, mas na última quinta-feira (27), Sergio Cabral armou um falso encontro com cinco jovens que não integravam o “Ocupe Cabral”. Descoberta, a farsa foi apelidada de “Reunião Mandrake”, pela própria mídia. O teatro foi tão mal ensaiado, que na saída, os falsos manifestantes não quiserem falar com a imprensa.
Na noite desta segunda-feira (01), o Secretário de direitos humanos, Zaqueu Teixeira (PT) foi ao local conversar com os manifestantes. Zaqueu deu um prazo de 24h para que o grupo apresentasse uma pauta, mas às 3h da manhã, sem mandato judicial, a polícia foi ao local e de forma violenta retirou os ocupantes do acampamento. Um dos jovens foi preso e liberado após pagar fiança. Zaqueu Teixeira não se pronunciou sobre a falta de palavra do próprio.

Nesta quinta-feira (04), um grupo intitulado de anônimos promete voltar com força total para frente da casa do governador. O evento convocado pelo facebook já tem mais de 6 mil confirmações. O grupo promete refazer o acampamento com o dobro do número de pessoas. Será que Cabral agora escuta as ruas?

Compartilhar: