1º de maio, “Dia do Trabalhador”

Compartilhar:

33O próximo domingo é dia de comemoração e luta. O 1º de maio, data tradicional no calendário dos militantes de esquerda, marca as muitas conquistas de direitos e a resistência da classe trabalhadora.

Com a crise econômica, que deixa a vida cada vez mais cara e o salário insuficiente; os ajustes fiscais; os diversos Projetos de Lei em tramitação na Câmara, que visam a retirada de direitos e a garantia dos lucros dos patrões, empresários e banqueiros; impeachment em curso; e setores em greve, o que não faltam são motivos para ocupar as ruas.

Continuar lendo 1º de maio, “Dia do Trabalhador”

Compartilhar:

Alunos e educadores unidos contra o sucateamento da educação

Compartilhar:

88O aprofundamento da crise financeira do governo estadual elevou a insatisfação nas salas dos professores e nos pátios das escolas. Críticos ao atraso no salário dos profissionais de educação e indignados com o sucateamento das unidades de ensino, estudantes iniciaram um movimento de ocupação de escolas.

O movimento dos secundaristas começou no final de março, com a ocupação do Colégio Mendes de Moraes, na Ilha do Governador. Até o fechamento desta reportagem, em 14/04, mais 40 escolas em todo estado estavam ocupadas por alunos.

Continuar lendo Alunos e educadores unidos contra o sucateamento da educação

Compartilhar:

Plenária por uma Frente de Esquerda Socialista

Compartilhar:

44Uma das principais características da crise política nacional é a forte disputa entre o bloco governista e a oposição de direita. Entretanto, nenhuma das duas pontas desse “Fla x Flu” representa uma alternativa real de transformação social, vinculada aos interesses imediatos e históricos dos trabalhadores e da juventude. Nesse contexto, surgiu o movimento pela formação de uma “Frente de Esquerda Socialista”, que reúna todos os setores que estão na oposição de esquerda, rejeitando tanto o impeachment quanto o governo Dilma.

No dia 23 de março, a primeira plenária desse movimento reuniu cerca de 500 pessoas, demonstrando que existe espaço para a construção de um terceiro campo. A próxima será realizada na terça-feira (12), às 18h, na UERJ.

Continuar lendo Plenária por uma Frente de Esquerda Socialista

Compartilhar:

Secundaristas em luta

Compartilhar:

22O ano passado se encerrou com o governador Pezão dando dois grandes “presentes” para a população. Cortou mais de 100 milhões na educação e deixou de pagar os salários de várias categorias de servidores.

No início desse ano, as escolas iniciaram o período letivo sofrendo as consequências desses cortes. Falta o básico: merenda, material didático, material de limpeza, porteiros, manutenção etc.

Em resposta, estudantes e profissionais da educação vêm construindo diversas mobilizações como atos, passeatas, debates e assembleias. A educação estadual está em greve desde o dia 2/3.

Continuar lendo Secundaristas em luta

Compartilhar:

DCE da UFRJ será homenageado com medalha Pedro Ernesto

Compartilhar:

medalhaDCE_UFRJ

No dia 7 de abril (quinta-feira), às 18h30, o mandato do vereador Renato Cinco vai oferecer a medalha Pedro Ernesto ao Diretório Central dos Estudantes da UFRJ. A atividade será realizada no Campus da Praia Vermelha da UFRJ, em frente ao DCE. Será realizado um debate com Luiz Rodolfo “Gaiola” (tradutor e militante do Grupo Tortura Nunca Mais) – diretor da entidade nos anos 1960 (gestão 68/69); Alcebíades Teixeira “Bid” – membro do DCE nos anos 1980; Anderson Ulisses – diretor nos anos 1990 (gestões 94/95, 95/96 e 99/00); e representante da gestão dos anos 2010.

Após o debate, haverá uma confraternização com apresentações do MC Leonardo e DJ´s.

Continuar lendo DCE da UFRJ será homenageado com medalha Pedro Ernesto

Compartilhar:

Milhares de pessoas lotam as ruas em defesa da educação

Compartilhar:

3Na última quarta-feira (16),  mesmo debaixo de forte chuva, milhares de pessoas lotaram as ruas de Laranjeiras. Protestavam contra o parcelamento do 13º, o atraso do salário do funcionalismo (que pode ser dividido em dois no próximo mês), a ausência de pagamento aos terceirizados e a falta de infraestrutura da rede de educação estadual (Escolas Estaduais, FAETEC, UERJ, UENF e Escola de Teatro Martins Pena). Os manifestantes se concentraram no Largo do Machado e, depois, saíram em passeata até o Palácio Guanabara.

O ato foi marcado pela irreverência e criatividade. Além das músicas e batuques, alunos de teatro apresentaram uma peça engajada, fazendo uma paródia da música “Baile de Favela”.

Continuar lendo Milhares de pessoas lotam as ruas em defesa da educação

Compartilhar:

Luta, substantivo feminino

Compartilhar:

Com palavras de ordem que afirmavam a necessidade do feminismo, milhares de mulheres ocuparam as ruas do Centro nessa semana. Centenas de balões lilases deixaram demarcado, para qualquer um que visse de longe, que ali estavam mulheres em luta por mais direitos e melhores condições de vida. Assim foi o 8 de março carioca: feministas, mulheres, das mais diversas origens, cores, idades e condições de vida deixando claro para os minimamente atentos que esse é um dia que simboliza a luta das mulheres em todo mundo.

A concentração começou às 16h, na ALERJ, para lembrar que na Casa Legislativa tramita para a aprovação – ou não – dos deputados estaduais o relatório final da CPI do Aborto. Tal CPI foi composta por apenas uma mulher e teve como objetivo aumentar a criminalização já sofrida pelas mulheres. Uma das orientações contidas no relatório, por exemplo, é a de que haja uma integração entre os sistemas de saúde e da polícia, para que toda mulher que dê entrada em alguma unidade de saúde com sintomas relativos à abortamento – natural ou provocado – tenha seu registro incluído também no sistema policial.
Continuar lendo Luta, substantivo feminino

Compartilhar:

Vila Autódromo ganha novo plano popular de urbanização

Compartilhar:

4A Vila Autódromo passou por uma semana intensa, marcada pela demolição da Associação de Moradores, do centro religioso da Yalorixá Luizinha de Nanã e pela quase demolição da casa da moradora Maria da Penha Macena, conhecida como “Dona Penha”. Nosso mandato esteve presente e acompanhou de perto essas ofensivas da prefeitura. No sábado (27), houve a apresentação da versão 2016 do Plano Popular de Urbanização da Vila Autódromo, com a presença de centenas de pessoas.

O Plano, feito a partir da parceria entre os moradores e as Universidades UFF e UFRJ, é fruto de muito debate e atende às necessidades dos moradores, contemplando a possibilidade de uma moradia digna, em um local com infraestrutura, saneamento e espaços de lazer. Sua versão inicial foi lançada em 2012, mas ele foi sendo reformulado para compatibilizar a permanência do máximo possível de casas, com as intervenções que a Prefeitura sinalizava para a área em função das obras do Parque Olímpico.

Continuar lendo Vila Autódromo ganha novo plano popular de urbanização

Compartilhar:

Feira da Reforma Agrária Cícero Guedes

Compartilhar:

No início dessa semana, o Largo da Carioca recebeu a sétima edição da Feira Estadual da Reforma Agrária Cícero Guedes, organizada pelo Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A Feira já ocorre há sete anos, com mais de 100 expositores, e tem como objetivo a divulgação e a venda dos produtos cultivados nos assentamentos rurais do Rio de Janeiro e manufaturados nas cooperativas de reforma agrária de diversos estados do Brasil. Além dos produtos, a atividade contou também com uma farta programação cultural.
Continuar lendo Feira da Reforma Agrária Cícero Guedes

Compartilhar:

A violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer!

Compartilhar:

3O dia 25 de novembro é uma data de grande importância para o calendário do movimento feminista: é nele que se comemora o “Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres”.

Em 2015, a data teve um gosto diferente para as mulheres do Rio de Janeiro que lutam por igualdade entre os gêneros. A tradicional manifestação, que marca a data, foi a terceira dentre os grandes atos de rua que têm sido convocados pelas mulheres cariocas – foram três em menos de um mês!

Continuar lendo A violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer!

Compartilhar: