Participe da reta final dessa linda campanha!

Compartilhar:

Saiba aqui como participar nessa reta final para reelegermos Renato Cinco 50555  e colocarmos Marcelo Freixo e Luciana Boiteux 50 no segundo turno!

 

Parece mentira, mas é verdade. Faltam poucos dias para a eleição. Até agora, fizemos uma bela campanha. Temos chances reais de colocar Marcelo Freixo e Luciana Boiteux no segundo turno e de reeleger Renato Cinco vereador. Entretanto, boa parte dos eleitores ainda não definiu em quem votar e escolherá seus candidatos nesta reta final. Entramos, portanto, no período mais decisivo da campanha. Assim, temos que aumentar nossa militância nos próximos dias. Veja algumas formas de ajudar na campanha:

1) Cinco na rede

Visite sempre a página eletrônica www.renatocinco50555.com.br. Lá, você encontra artigos, notícias, fotos e a agenda da campanha. Indique aos amigos!  Coloque o twibbon do Freixo e Cinco na sua foto de perfil no facebook e twitter e outras redes. (saiba como aqui) 
Troque sua capa no facebook (aqui) e twitter (aqui)
Curta nossa página (aqui) , Depois de curtir, deixe o mouse em cima do botão “curtiu” e selecione a opção para no seu feed de notícias “ver primeiro” e clique em “ativado” para todas as notificações.  Curta e comente as postagens da página e, sempre que possível, compartilhe os posts marcando os amigos, fazendo um comentário pessoal.
Siga nosso twitter (aqui) e  instagram (aqui) nos retuite

2) Campanha na rua

Nessa reta final, nossa militância na rua poderá fazer a diferença. Participe, pelo menos, de uma panfletagem por dia. Você pode conferir nossa agenda de panfletagens e banquinhas aqui. Se não for possível acompanhar uma das panfletagens já marcadas, crie a sua. Pode ser em qualquer horário e local, de acordo com a sua disponibilidade. Afinal, uma panfletagem é sempre melhor do que nenhuma. Além disso, nunca deixe de andar com os panfletos e demais materiais de campanha na bolsa!

3) Contamos com você! Adesive-se!

Use adesivos na roupa todos os dias. Coloque plásticos no carro – no vidro traseiro e/ou nos vidros laterais.
Adesive sua bicicleta, mochila , caderno… Mas ATENÇÃO, NÃO COLE ADESIVO NA RUA NEM EM ESPAÇOS PÚBLICOS, pois isso pode acarretar em multa para nossa campanha!

Pendure um cartaz na sua casa. Se você dispõe de espaços domésticos (janelas, varandas, portões etc.) para expor cartazes da nossa campanha, ou de carro para colocar adesivos, fale com a gente.

Todos esses materiais estão disponíveis em nosso comitê (Rua da Lapa, 107). Qualquer dúvida, entre em contato pelo telefones: 21 2292-7193 ou 21 99770-0555

4) Pé-de-ouvido militante

Cada um de nós tem votos a ganhar e/ou confirmar entre amigos, colegas de estudo/trabalho e familiares. É muito importante aproveitar todos os momentos surgidos no dia-a-dia (pequenos intervalos entre aulas, encontros familiares etc.) para divulgar as candidaturas do Cinco e do Freixo. Também é fundamental pegar a agenda telefônica e ligar para os mais distantes (ou enviar mensagens pelo Telegram ou Whatsapp). Um a um somarão os votos que poderão fazer a diferença.

5) Campanha formiguinha virtual

Utilize a internet para fazer a campanha! É uma forma simples, barata e bastante eficiente de ajudar.
Envie um email apresentando Cinco e pedindo voto para todos seus contatos. Temos uma sugestão aqui. 

Mostre sua cara na campanha! Dê aqui seu apoio com foto no site
Poste uma foto no instagram com a hashtag #RenatoCinco50555 e apareça em nosso site.

Além disso, é muito importante convidar os/as amigos/as para curtir nossa página no facebook  E também, convidar para o evento Reeleger Renato Cinco 50555 vereador aqui.

6) Caixa de correio militante

As caixas de correios de prédios e casas vizinhas estão ávidas por nossos panfletos. Uma caixa, um panfleto!

7) Comitê da campanha do Cinco

Endereço: Rua da Lapa, 107. Telefone: 2292-7193. O comitê funcionará direto, até a eleição, das 10 às 18h.

Agindo juntos, vamos colocar Freixo e Luciana no segundo turno e reeleger Renato Cinco 50555 vereador!

Compartilhar:

Outra cidade é possível?

Compartilhar:

O Rio de Janeiro é mundialmente conhecido como “Cidade Maravilhosa”. Mas, para ser maravilhosa de verdade, tem que ser boa para todos. Os últimos governos infelizmente priorizaram a especulação imobiliária, as empreiteiras, os bancos e as empresas de transporte em detrimento da população.

A cidade se transformou num grande balcão de negócios. Os bens e serviços foram concentrados nas áreas nobres da cidade, enquanto as áreas mais afastadas sofreram com o descaso e o abandono. Em nome dos mega-eventos, leis foram desrespeitadas, milhares de pessoas removidas para longe de suas casas e muito dinheiro público foi para o ralo da corrupção.

Veja animação da campanha Renato Cinco 50555 sobre a situação da capital fluminense:

 

Compartilhar:

Renato Cinco na luta pelo “Fora Temer” e por “Eleições gerais já!”

Compartilhar:

Nesta quarta-feira (31), teve fim o julgamento do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) no Senado. Com 61 votos a favor e 20 contrários ao impeachment, Michel Temer assume oficialmente como presidente da república. Em discurso no plenário da Câmara Municipal nesta terça-feira (30), o vereador Renato Cinco fez questão de protestar contra o presidente interino Michel Temer. Exibindo uma camiseta vermelha com os dizeres “Lutar Sempre, Temer Jamais” em letras garrafais, Cinco se posicionou firmemente contra um governo que irá atacar ainda mais os direitos trabalhistas e os setores oprimidos. Opositor do governo de Dilma, protestou contra a forma antidemocrática com a qual todo o processo de impeachment vem sendo conduzido, lembrando que muitos dos protagonistas da derrubada de Dilma são réus no STF, como o ex-presidente da Câmara, o deputado federal afastado Eduardo Cunha.

“O impeachment está previsto na constituição, mas precisa seguir os critérios e determinações constitucionais. Afastar a presidenta da república sem que se configure o crime de responsabilidade é sim um golpe parlamentar”, afirmou Cinco. Segundo o parlamentar do PSOL, os senadores que acusam Dilma não conseguiram, em seu interrogatório, provar o crime de responsabilidade e usaram de argumentos completamente sem sentidos. “Alguns senadores fazem discursos como se nós vivêssemos no parlamentarismo, dizendo que a presidenta tem que sofrer um impeachment porque perdeu a sua base parlamentar”, completou.

Cinco ainda alertou para o fato de que estamos entrando numa etapa mais dura da política nacional. “Hoje, o povo brasileiro precisa se levantar, se insurgir e derrubar o governo interino e golpista de Michel Temer e afastar o Senado e a Câmara dos Deputados, que impetraram esse golpe. O governo usará da força da violência para tentar impor a retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. E a classe trabalhadora brasileira vai precisar de muita disposição, organização, de muita luta para se mobilizar, ir às ruas e exigir o ‘Fora Temer’ e ‘Eleições gerais já!’”, disse.

Veja a íntegra do discurso: 

Em defesa dos direitos do povo brasileiro, o mandato coletivo do vereador Renato Cinco grita: “Fora Temer! Eleições gerais já!”

Compartilhar:

Outra cidade é possível

Compartilhar:

O Rio é mundialmente conhecido como a “cidade maravilhosa”. Infelizmente, não tem sido assim para a maioria das pessoas que vive, mora e trabalha aqui. A atual gestão transformou a cidade em um balcão de negócios.

Os bens e serviços se concentram, cada vez mais, no centro e nas áreas nobres, tornando a cidade extremamente desigual. Em nome da Copa e das Olimpíadas, leis foram desrespeitadas, milhões gastos em obras duvidosas e comunidades removidas violentamente.

Os legados prometidos não foram cumpridos. A cidade foi transformada num caos, com impactos ambientais e sociais. Para mudar esta realidade, o município deve investir em moradia popular nas regiões centrais e em transporte de massa de qualidade, com passe livre para todos.

Os direitos da população não podem ficar reféns da ganância de poucos. Por isso, somos contra a privatização do espaço e dos serviços públicos. Os recursos municipais devem servir para melhorar a vida da população, com educação e saúde de qualidade, verdadeiramente públicas, sem a farsa das Organizações Sociais.

As decisões devem passar por mecanismos de transparência e participação popular, com o direito de manifestação efetivamente respeitado. Eleger MARCELO FREIXO prefeito e reeleger RENATO CINCO vereador é essencial para construirmos a cidade que queremos.

 

Pelo socialismo e pela liberdade, vote 50.555!

Compartilhar:

Basta de guerra aos pobres

Compartilhar:

Por que gritamos “Basta de guerra aos pobres”?

Estamos em lutas diárias porque acreditamos que o lucro não pode ser maior do que a vida das pessoas. Acreditamos que é possível construir uma sociedade socialmente justa, que respeite a natureza e que reivindique a solidariedade. Hoje, vivemos na contramão desses anseios coletivos, o que fez brotar nas ruas sentimentos de indignação diante da barbárie. Por isso, a juventude ocupou as cidades em Junho de 2013 e as mulheres fizeram florescer uma Primavera Feminista em 2015 e 2016.


É o mesmo sentimento de indignação promovido pelas desigualdades do capitalismo que nos faz gritar: basta! Dizemos não aos violentos números que retratam a realidade de nosso país: o Brasil mata a cada dia 82 jovens e 15 mulheres. 318 LGBT’s foram mortos em 2015. Também sabemos quem sofre ainda mais essa violência dentre os grupos oprimidos, é a população pobre que pena, que trabalha para viver e vive para trabalhar, passando horas em trens e ônibus lotados, e tem, aos poucos ou subitamente, suas vidas arrancadas pelo sistema.


A violência também tem cor. A “guerra às drogas” tem servido de pretexto para criminalizar a pobreza e militarizar a vida, especialmente nas periferias e favelas, proporcionando lucros astronômicos para o mercado financeiro (que “lava” o dinheiro do tráfico) e para a indústria de armas. Hoje, existem mais de 140 mil presos por tráfico nas cadeias brasileiras. A maioria jovens, negros e pobres, réus primários presos com pequenas quantidades de maconha. A “guerra às drogas” é, na verdade, uma guerra aos pobres!

 

Renato Cinco é reconhecido por sua luta contra a “guerra às drogas”, que produz o genocídio da juventude negra e pobre. Por isso, participa da organização da Marcha da Maconha e do Movimento pela Legalização da Maconha.


Algumas Ações

Nos últimos anos, o mandato de Renato Cinco esteve ao lado de quem luta contras as opressões e a exploração. A nossa atuação na Câmara buscou ser caixa de ressonância dos movimentos sociais combativos do Rio.


Por reconhecer a luta do povo negro e o racismo que teima em existir em nossa cultura, uma das primeiras ações do mandato foi entregar a medalha Pedro Ernesto post-mortem aos escravizados que reflorestaram a Floresta da Tijuca.


O mandato também esteve ao lado de lutadoras e lutadores da educação nas greves de profissionais da educação e, neste ano, nas ocupações estudantis das escolas públicas. Em apoio à luta por melhores condições de trabalho na educação municipal, propusemos a CPI do FUNDEB. É de autoria do mandato do vereador Renato Cinco, composto por militantes feministas, o projeto que “Institui a Campanha Permanente de Combate ao Machismo e Valorização das Mulheres nas escolas públicas do município do Rio de Janeiro”. O projeto foi aprovado ano passado, agora a luta é para que se cumpra a lei!


Entendendo que transporte público de qualidade e acessível é fundamental para o direito à cidade, apresentamos o Projeto de Lei que institui a Tarifa Zero e acaba com as concessões do serviço de ônibus para o setor privado no município do Rio de Janeiro. O PL regula o sistema municipal de transportes rodoviários e cria a Empresa Pública de Ônibus e o Fundo Municipal de Transporte. Ao contrário do que é divulgado pelos governos, a tarifa zero fomenta e fortalece a economia das cidades. Livre do preço das passagens, os cidadãos terão mais dinheiro para gastar no comércio e em atividades culturais. Além disso, desestimula o uso de carros, o que diminui os engarrafamentos e melhora a qualidade do ar. Um ambiente mais puro reduz os problemas respiratórios e, consequentemente, os gastos públicos na área de saúde.


Em contraposição aos ataques sistemáticos da Prefeitura ao direito à moradia, o mandato do vereador Renato Cinco elaborou uma proposta de moradia popular na zona portuária do Rio de Janeiro. O Projeto de Lei n° 654/2013 também prevê a legalização da posse de imóveis ocupados irregularmente por famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos.


Também estivemos nas batalhas com o Comitê Popular Rio da Copa e Olimpíadas contra as remoções de milhares de famílias de suas moradias em função da preparação para os megaeventos na cidade. Um dos importantes símbolos dessa mobilização é a resistência da comunidade da Vila Autódromo.


Audiências

O Rio de Janeiro experimenta o maior projeto de privatização do saneamento básico do Brasil na região da AP-5, parte da Zona Oeste do município. Ao longo de 30 anos, a concessionária vai receber R$ 2,6 bilhões em financiamento público. O edital de concessão, no entanto, excluiu da necessidade de atendimento às populações residentes em áreas de proteção ambiental, loteamentos irregulares e favelas, em grave violação de direitos básicos. A audiência pública “A crise hídrica no Rio de Janeiro”, organizada pela Comissão Especial do Colapso Hídrico, presidida pelo vereador Renato Cinco, denunciou o colapso da gestão das empresas responsáveis pelo fornecimento deste bem de primeira necessidade para a vida humana.


Desde seu início, o mandato de Renato Cinco vem lutando contra a política de higienização social orquestrada pela Prefeitura do Rio. Um dos exemplos desse atentado aos direitos humanos é a internação compulsória de usuários de crack em situação de rua. Contra os retrocessos na garantia de direitos da população e imposição de interesses de setores religiosos nas políticas públicas de saúde, o vereador apresentou requerimento de CPI da Internação Compulsória. Além disso, também realizamos, através da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Câmara do Rio, a Audiência Pública “Recolhimentos e Internações Forçadas no Município do Rio de Janeiro”.


Por esses e outros motivos é que precisamos de você em todas essas lutas, contra a violência que o sistema nos impõe, contra tudo que nos desumaniza e quer nos fazer crer que a barbárie é natural ou impossível de mudar. Por tudo isso, é fundamental manter um mandato coletivo, que seja mais do que apenas um vereador, que seja (como vem sendo) um instrumento a serviço de todas as lutas pela dignidade humana!


Por isso, gritamos (e cantamos, pois o grito só não basta):

Nada deve parecer natural! Nada deve parecer impossível de mudar!

#BastadeGuerraAosPobres!

#OutraCidadeÉPossível!

Com Marcelo Freixo prefeito e Luciana Boiteux vice 50  e
#RenatoCinco50555  vereador – PSOL

Compartilhar: