Domingo eu vou ao Maracanã! Ato nacional na final da Copa das Confederações

Compartilhar:

Image

No próximo domingo (30), a partir das 10h, o Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas organizará um ato pela imediata anulação da privatização do Maracanã e pelo fim das remoções em comunidades. A concentração acontecerá na praça Saens Peña. Segundo o Comitê, o caráter desta manifestação é pacífico e é dever do governo estadual garantir o direito constitucional de livre manifestação.

Continuar lendo Domingo eu vou ao Maracanã! Ato nacional na final da Copa das Confederações

Compartilhar:

CPI do ônibus é aprovada na Câmara Municipal

Compartilhar:

A população pressionou e a Câmara dos vereadores do Rio aprovou o pedido de CPI dos ônibus, proposta pelo vereador Eliomar Coelho (PSOL). A mesa diretora da casa tem dois dias para apreciar o documento e mais cinco para compor a Comissão Parlamentar de Inquérito, ou seja, na prática, os trabalhos da CPI só começarão em agosto. Estamos de olho.

Após uma reunião de urgência entre os vereadores da base governista, convocada pelo presidente da Câmara, Jorge Felippe (PMDB), na última terça-feira (25), o documento que pede a instalação da CPI dos ônibus teve 27 apoiamentos; dez a mais do que o necessário para a abertura da mesma.

Continuar lendo CPI do ônibus é aprovada na Câmara Municipal

Compartilhar:

Por que instalar a CPI dos Ônibus: as insuficiências nos contratos e os indícios de formação de cartel

Compartilhar:
Limite e insuficiências nos contratos oriundos do Edital CO nº 010/2010
· Verificar e apurar a existência e a acuidade técnico-científica dos estudos que levaram à determinação das Redes de Transportes Regionais – RTR, bem como o período de concessão de 20 (vinte) anos para a duração do contrato;

· Verificar e apurar a existência, a eficiência e a eficácia dos mecanismos para acompanhamento dos relatórios financeiros previstos;

· Verificar e apurar a existência, a eficiência e a eficácia dos mecanismos de acompanhamento dos relatórios operacionais previstos;

· Embora o edital da CO nº 010/2010 contivesse a previsão de uma contrapartida da concessionária ao município, nas propostas apresentadas não foram identificadas a apresentação de contrapartida por parte de nenhuma das concessionárias;

Continuar lendo Por que instalar a CPI dos Ônibus: as insuficiências nos contratos e os indícios de formação de cartel

Compartilhar:

UNIDOS CONTRA A TRUCULÊNCIA DA GUARDA MUNICIPAL

Compartilhar:

Cansados das ações violentas e ilegais da Guarda Municipal, o Movimento Unido dos Camelôs, a ONG Justiça Global, a Rede Contra a Violência e o Comitê Popular da Copa e Olimpíadas se uniram e escreveram uma nota de repúdio ao tratamento da GM. O texto apoia também a ação civil pública do Ministério Público que defende a proibição de armas  letais e  não letais nas ações que reprimem os ambulantes.

Continuar lendo UNIDOS CONTRA A TRUCULÊNCIA DA GUARDA MUNICIPAL

Compartilhar:

Justiça anula contrato de privatização da Marina da Glória

Compartilhar:

O projeto que está em curso na cidade, de privatização dos espaços públicos, sofreu um importante revés esta semana. No dia 28 de maio, uma sentença da 11ª Vara Federal do Rio determinou que todas as alterações promovidas na Marina da Glória, desde a concessão, sejam revertidas. A decisão da Justiça em primeira instância inviabiliza o polêmico projeto, contestado por urbanistas, usuários e pelo Ministério Público Federal.

A ação popular que motivou a sentença, foi movida em 1999 sob o argumento de que a Empresa Brasileira de Terraplanagem e Engenharia (EBTE) não cumpria o prometido no contrato para a exploração comercial. Diante da decisão que cancelou o contrato entre a Prefeitura e a EBTE, que administrou o local de 1996 a 2009, a REX (empresa de Eike Batista que comprou a EBTE) não pode colocar em prática o contestado projeto, que prevê a extinção de vagas secas para barcos, a construção de um shopping e de um centro de convenções que desalojaria cerca de 200 embarcações. Eike também tinha planos de fazer uma passarela do Hotel Glória, que ele comprou, até a Marina, alterando o projeto paisagístico original, que é tombado pelo Patrimônio Histórico.

Continuar lendo Justiça anula contrato de privatização da Marina da Glória

Compartilhar:

O Golfe Olímpico e o silêncio da Prefeitura do Rio

Compartilhar:

As suspeitas de irregularidades e os graves prejuízos ao meio ambiente são elementos que envolvem a construção do Campo de Golfe para os Jogos Olímpicos de 2016. O local escolhido para o empreendimento envolve áreas com diferentes graus de preservação ambiental às margens da Lagoa de Marapendi, na Barra da Tijuca.

Continuar lendo O Golfe Olímpico e o silêncio da Prefeitura do Rio

Compartilhar:

MP pede fim da repressão armada a camelôs

Compartilhar:

A constante e perversa repressão da Guarda Municipal aos camelôs do Rio de Janeiro pode estar com os dias contados. A apreensão de mercadorias e a utilização de armas não letais nas ações de choque de ordem levaram o promotor Rogério Pacheco Alves, da 7ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania da Capital, a entrar com uma ação civil pública contra o município e a Guarda Municipal.

Continuar lendo MP pede fim da repressão armada a camelôs

Compartilhar:

É lançado o segundo dossiê Megaeventos e violações de Direitos Humanos no Rio de Janeiro, com a surpresa do atentado à ABI

Compartilhar:

00091O dossiê preparado pelo Comitê Popular da Copa e Olimpíadas denuncia as inumeras violações de direitos humanos que vêm ocorrendo para viabilizar as obras “necessárias” para a realização dos megaeventos. São obras de infraestrutura e construção de equipamentos esportivos para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, que já causaram a remoção de 3 mil famílias na cidade e mais 7 mil estão ameaçadas.

O relatório das violações de direitos humanos divide-se em oito esferas ligadas ao interesse público: moradia, mobilidade, trabalho, esporte, meio ambiente, segurança pública, informação e participação, e orçamento e finanças.

Continuar lendo É lançado o segundo dossiê Megaeventos e violações de Direitos Humanos no Rio de Janeiro, com a surpresa do atentado à ABI

Compartilhar:

Entrevista com Gustavo Mehl, do Comitê Popular da Copa e Olimpíadas

Compartilhar:

capa-dossie_thumbEsta entrevista com Gustavo Mehl foi realizada no dia 9 de maio, pelo Mandato Renato Cinco, quando a licitação do Maracanã foi finalizada. Logo em seguida, uma liminar, que ainda está em vigor, suspendeu processo até que ocorresse o julgamento da ação movida pelo Ministério Público.

Ontem, 15 de maio, o Comitê Popular lançou o dossiê Megaeventos e violações dos Direitos Humanos no Rio de Janeiro. Baixe o documento aqui.

Continuar lendo Entrevista com Gustavo Mehl, do Comitê Popular da Copa e Olimpíadas

Compartilhar:

Maraca para quem? Ato no jogo de reabertura do Maracanã!

Compartilhar:

Maraca para Quem? Jogo de Reabertura do Maraca!

Neste sábado, dia 27, será a reinauguração do Maracanã. O governo armou um jogo caô entre os amigos do Ronaldo e os amigos do Bebeto e convidou apenas os amigos do poder. Ah, e os operários da obra também, para não ficar muito feio.

Dilma, Cabral, Paes e Eike vão estar lá. A gente também!

Estaremos nos reunindo às 17h, em frente à Escola Municipal Friedenreich, ao lado da estátua do Bellini. A ideia é juntar quem não se conforma com a entrega do Maraca e com as demolições no entorno para fazer um barulho e marcar presença de forma bem-humorada na festinha do governo.

Chega junto! Escreva faixas e cartazes, leve apitos, bandeiras, cartões vermelhos, batuques. EXIGIMOS RESPEITO!

O Maraca é nosso!
Por um Maracanã público e popular!
Julio Delamare de pé!
Célio de Barros de pé!
Aldeia Maracanã de pé!
Escola Friedenreich de pé!

PS: Chega quem quiser! O protesto é simbólico e não tem caráter partidário.

Confirme presença no evento no facebook e ajude a divulgar.

Fonte: Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas

Compartilhar: