Fora Temer 2

Compartilhar:

O jornal “El País” publicou uma matéria sobre as duas manifestações – em Copacabana e na Tijuca -, que aconteceram na última sexta-feira (05), dia da abertura oficial dos Jogos Olímpicos. No texto, dão destaque para a participação de Renato Cinco. Leia o texto:

[http://brasil.elpais.com/brasil/2016/08/06/politica/1470434771_044818.html]

 

Compartilhar:

Abertura das Olimpíadas

Compartilhar:

O jornalista Leonardo Sakamoto publicou, nesse final de semana, o artigo “Por que criticar a abertura das Olimpíadas me torna um pária neste sábado?”. Nele, resume o sentimento de muitos sobre a cerimônia de abertura dos Jogos. Vale a leitura! [http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/08/06/por-que-criticar-a-abertura-das-olimpiadas-me-torna-um-paria-neste-sabado/]

Compartilhar:

Jogos olímpicos e a “imobilidade” urbana

Compartilhar:

As tarifas são altas e as condições das frotas ruins, não cumprindo com o compromisso de ar condicionado.

A “irracionalização” de Paes se iniciou na Zona Oeste, com os BRT’s prometendo mais rapidez e conforto. Entretanto, todos os dias vivenciamos mais tempo gasto para o mesmo percurso e mais desconforto, com veículos lotados e mais baldeações. Os BRT’s mudaram o ritmo do trânsito em vários bairros, acarretando acidentes e novos atropelamentos.

No Centro, onde passam diariamente trabalhadores de toda a região metropolitana, muitos ônibus deixaram de circular até onde chegavam, obrigando as pessoas a andarem longos trechos ou a usar o VLT, que deveria ser gratuito, e não uma fábrica de multas caríssimas para quem não conseguir pagar a passagem. A população também é forçada a ter cartões pré-pagos, que só servem para antecipar o faturamento dos empresários.

O transporte também ficou mais caro, por que muitos itinerários dependem de mais baldeações e do pagamento de outra passagem.

Aliás, os ônibus, metrôs, barcas, trens e o bilhete único estadual ficaram mais caros. Todos eles estão cada vez mais lotados e apresentam cada dia mais problemas. Agora nossos engarrafamentos duram o dia inteiro, em todas as áreas da cidade.

Outra promessa de melhoria foram as obras das Trans. A TransBrasil construiu um BRT sobre a já saturada Avenida Brasil, provocando transtornos até depois das 22h, dobrando, em média, o tempo de travessia. A TransOlímpica também provocou, na região de Jacarepaguá, o aumento dos engarrafamentos. Com o afundamento do Viaduto em Curicica, percebemos que a qualidade da obra também está comprometida.

Muitas promessas. Mas, no dia a dia, o legado olímpico foi a piora dos transportes e da mobilidade!

Compartilhar:

Eu financio Marcelo Freixo

Compartilhar:

A campanha de financiamento coletivo para a chapa majoritária do PSOL nessas eleições municipais começou com sucesso, mostrando que, se a cidade fosse nossa, ela seria construída por muitas mãos.

A plataforma “Eu financio Freixo” foi lançada no dia 4 de agosto e, em cerca de uma semana no ar, já mobilizou mais de 1.440 doadores, todos pessoas físicas. O total arrecadado já soma mais de R$ 115 mil. Assim, a dupla Marcelo Freixo e Luciana Boiteux compõem a chapa com o maior número de doadores na história do país!

Estamos a caminho de atingirmos nossa primeira meta, que é de R$ 150 mil reais. Você também acredita que a construção da cidade é feita coletivamente e pelas pessoas?
Contribua: eufinancio.marcelofreixo.com.br

Compartilhar:

A espada do Ministro da Justiça e a maconha

Compartilhar:

Viralizou nas redes sociais um vídeo onde o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, aparece cortando pés de maconha em uma plantação no Paraguai.

A visita do ministro à cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero faz parte da operação “Nova Aliança 13”, feita em parceria pela Polícia Federal brasileira e forças de segurança do Paraguai.

Em discurso no plenário da Câmara Municipal, o vereador Renato Cinco comentou sobre a cena grotesca de Alexandre de Moraes destruindo uma plantação de maconha, em uma tentativa pífia de apresentar uma suposta vitória da guerra às drogas.

“O Ministro produzir essas imagens para sinalizar que ele vai investir duramente na repressão ao tráfico de drogas é a contramão do que a sociedade vem debatendo no Brasil e no mundo. A proibição das drogas não funciona em nenhum lugar no mundo e não é por falta de investimento,” afirmou.

Veja a íntegra do discurso:

Cinco também lamentou a declaração de Alexandre de Moraes, defendendo a prisão de quem realizar manifestação política dentro das arenas olímpicas.

“A Constituição não proíbe manifestações políticas em arenas esportivas. Nenhuma lei, nenhum contrato pode restringir a liberdade de expressão além do que a Constituição restringe,” declarou Cinco.

No início desta semana o juiz federal João Augusto Carneiro deferiu uma liminar liberando “manifestações pacíficas de cunho político” durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Compartilhar:

PME é colocado na pauta de votação da Câmara

Compartilhar:

Sem aviso prévio e garantia de mais discussões, o vereador Paulo Messina – ex-PMDB, atual PROS e integrante da Comissão de Educação e Cultura da Casa – incluiu o Plano Municipal de Educação na pauta para votação em plenário.

Tal inclusão pegou a todos de surpresa! Que a aprovação do PME está atrasada em mais de um ano, todos já sabemos. Mas, mesmo com sua apresentação tardia pelo Poder Executivo – a proposta chegou ao legislativo só em fevereiro desse ano -, em momento algum houve demanda de que o processo corresse em regime de urgência.

Algumas audiências públicas foram realizadas para debater o PME, porém a insistência dos setores conservadores em apenas discutir a permanência ou não do termo “gênero” no texto – com questionamento, inclusive, do termo “gênero” que se referia aos alimentícios, pasmem! -, prejudicou que o Plano pudesse ser analisado coletivamente em todos os aspectos que apresenta.

Já sabemos, inclusive, que setores reacionários estão articulados para propor emendas de cunho conservador e que ameacem a educação livre e democrática, a exemplo do que está acontecendo na Câmara de Niterói e em diversas outras cidades. E é fundamental que se tenha espaços para, de fato, aprofundar as questões apontadas no PME, já que ele será um documento base que norteará todas as políticas formuladas e implementadas na educação do município pelos próximos 10 anos!

Vale ressaltar que, nesse momento, estamos em recesso escolar na cidade e mobilizar profissionais da educação e estudantes para questionar essa votação é muito mais difícil!

Nosso mandato apresentou diversas propostas de emenda ao PME, através da Comissão de Direitos Humanos, da qual Renato Cinco é membro. Confira aqui: http://bit.ly/2aId6LS

Compartilhar:

Na roda com o Cinco: o papel do legislativo na sua vida

Compartilhar:

As eleições municipais estão chegando. Neste ano serão escolhidos os prefeitos e vereadores de cada cidade. Você sabe qual é a função de um vereador?

O próximo “Na roda com o Cinco” abordará o tema “O papel do legislativo na sua vida”. Depois de quase quatro anos como vereador, acompanhando de perto o dia a dia do parlamento carioca, Renato Cinco promete destrinchar as funções e responsabilidades das Câmaras Municipais.

A palavra parlamento vem do francês parler, que significa “falar” ou “discursar”. As casas legislativas existem para que prefeitos, governadores e presidentes não tomem decisões de forma unilateral.

O programa acontecerá no próximo domingo (14), às 20h. A transmissão será realizada pelo facebook. Participe!

 

Compartilhar: