confira_comofoiFreixo25_08

Uma noite histórica: Freixo debate na Cinelândia

Compartilhar:

Uma noite histórica na Cinelândia!

Mais de cinco mil pessoas lotaram a praça da Cinelândia na última quinta-feira (25) para assistir Marcelo Freixo, que acabou ficando de fora do primeiro debate de tv (na bandeirantes) entre os prefeitáveis do Rio de Janeiro. Além da praça pública lotada, mais de 300 mil pessoas assistiram às diversas transmissões feitas pela internet das respostas que o candidato do PSOL fazia a cada pergunta realizada no debate da band. Freixo respondeu sobre segurança pública, educação e outros temas sem fugir de tabus e a cada resposta era ovacionado pela multidão efusiva na cinelândia.

Assista abaixo como foi:

ENTENDA O CASO:

O Supremo Tribunal Federal decidiu, por 5 (cinco) votos a 3 (três), que os candidatos bem colocados nas pesquisas eleitorais poderão estar presentes nos debates nas TVs, desde que sejam convidados pelas emissoras.

Apesar de Marcelo Freixo estar como segundo colocado na disputa para a prefeitura do Rio, a mini reforma política, promovida por Eduardo Cunha (PMDB), impedia os partidos com menos de dez deputados federais de participarem destes programas.

A situação poderia ser revertida se dois terços dos candidatos com presença garantida concordassem com a participação de Marcelo Freixo. Entretanto, Pedro Paulo (PMDB), Flávio Bolsonaro (PP) e Índio da Costa (PSC) vetaram a sua presença. Como a decisão do STF aconteceu após o debate promovido pela TV Bandeirantes, no último dia 25, Marcelo ficou de fora deste primeiro embate.

Como se vê acima, o tiro saiu pela culatra, pois Freixo promoveu um debate em praça pública, transmitido ao vivo pela internet, que reuniu mais de cinco mil pessoas na Cinelândia. O vídeo exibido teve mais de 300 mil visualizações e ainda rendeu repercussão nos noticiários do dia seguinte.

O próximo debate televisivo será promovido pela Rede TV, na sexta-feira (02), a partir das 22h15.

 

Compartilhar:

Um comentário sobre “Uma noite histórica: Freixo debate na Cinelândia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *