Orçamento da educação pública em debate

Compartilhar:

A Câmara Municipal promoveu nesta semana uma série de audiências públicas para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que determina quais áreas serão beneficiadas com os recursos do orçamento. Na audiência que debateu o planejamento da educação, o vereador Renato Cinco apresentou demandas e questionou algumas propostas da prefeitura.

As denúncias recebidas pelo mandato tornam evidente que a falta de investimentos adequados na educação tornou ainda mais precária a condição de funcionamento das escolas no início deste ano letivo. Muitas instituições de ensino estão sem porteiros, o que torna o ambiente escolar inseguro e vulnerável à entrada de estranhos.
Continuar lendo Orçamento da educação pública em debate

Compartilhar:

Pedaladas olímpicas de Eduardo Paes

Compartilhar:

11Não é novidade para ninguém que as empresas responsáveis pelas obras das Olimpíadas e por outros projetos na cidade do Rio de Janeiro estão envolvidas em vários escândalos. As notícias que dão conta de investigações pela Operação "Lava Jato", pagamento de propinas e beneficiamentos obscuros têm sido rotina nos últimos meses.

Levantamento feito pelo nosso mandato identificou 11 contratos irregulares firmados entre empreiteiras e a prefeitura. Neles, o valor pago pelo município às empresas é maior do que a quantia prevista e aprovada para o serviço prestado.

Continuar lendo Pedaladas olímpicas de Eduardo Paes

Compartilhar:

Dia nacional de combate à LGBTfobia

Compartilhar:

22Na última terça-feira (17), aconteceu o “Dia nacional de combate à LGBTfobia” (data em que a homossexualidade deixou de ser considerada uma doença pela Organização Mundial da Saúde). Diante dessa data, é preciso lembrar que o preconceito e a intolerância não são problemas apenas por conta de piadas de humor duvidoso.

De acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos, uma pessoa LGBT é violentada a cada hora no Brasil e o número de denúncias relativas à agressão e às violações de direitos aumentou 460% entre 2011 e 2014.

Continuar lendo Dia nacional de combate à LGBTfobia

Compartilhar:

CPI é direito da minoria

Compartilhar:

44A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigaria as Olimpíadas foi suspensa na terça-feira (17), após votação surpresa, que não constava na pauta.

Em discurso no plenário, Renato Cinco denunciou a gravidade dessa situação, relembrando que uma CPI, para ser instalada, precisa da concordância (assinatura) de 17 vereadores. Tal critério garante o direito da minoria de realizar debates e investigações na Casa, mesmo contra a vontade da maioria.

Continuar lendo CPI é direito da minoria

Compartilhar:

Projeto da prefeitura faz a alegria das empreiteiras

Compartilhar:

55A prefeitura do Rio encaminhou à Câmara Municipal um pacote de Projetos de Lei, batizado de “Carioca Local”, com o argumento de combater a  gentrificação e estimular a ocupação de áreas infraestruturadas. Entretanto, algumas propostas podem aprofundar ainda mais o atual modelo de cidade de negócios, sendo um presente oficial para empreiteiras e imobiliárias.

É o caso do PLC 123/2015, que entrou em votação na semana passada e voltou à pauta nessa semana: com o pretexto de facilitar a produção de habitações de interesse social, permite baixar o custo e a qualidade da produção de moradias, sem delimitar as áreas em que tal incentivo será aplicado.

Continuar lendo Projeto da prefeitura faz a alegria das empreiteiras

Compartilhar:

Pedaladas do Paes 2

Compartilhar:

O site do jornal “Extra” publicou a matéria “Prefeitura gasta mais do que o previsto em obras das Olimpíadas”, sobre as pedaladas olímpicas de Eduardo Paes, citando o levantamento realizado pelo nosso mandato. Leia abaixo:

http://extra.globo.com/noticias/extra-extra/prefeitura-gasta-mais-do-que-previsto-em-obras-das-olimpiadas-19327748.html

Compartilhar:

Michel Temer: um presidente sem legitimidade

Compartilhar:

11A última quinta-feira (12) começou com o Senado Federal dando prosseguimento ao processo de impeachment e afastando a presidente Dilma Rousseff do governo por até 180 dias. A medida teve apoio de 55 senadores. Outros 22 votaram contra. Desta forma, Michel Temer assume o cargo sem nenhuma legitimidade, prometendo um plano de ataques radicais aos direitos dos trabalhadores.

A saída de Dilma da Presidência da República foi aprovada por um Congresso totalmente desmoralizado. O lado mais bizarro deste processo ficou evidente na votação do impeachment na Câmara dos Deputados, com dezenas de parlamentares realizando discursos antidemocráticos, preconceituosos e recheados de hipocrisia, já que muitos estão sendo investigados por corrupção e outros crimes.

Continuar lendo Michel Temer: um presidente sem legitimidade

Compartilhar: