Milhares de pessoas lotam as ruas em defesa da educação

Compartilhar:

3Na última quarta-feira (16),  mesmo debaixo de forte chuva, milhares de pessoas lotaram as ruas de Laranjeiras. Protestavam contra o parcelamento do 13º, o atraso do salário do funcionalismo (que pode ser dividido em dois no próximo mês), a ausência de pagamento aos terceirizados e a falta de infraestrutura da rede de educação estadual (Escolas Estaduais, FAETEC, UERJ, UENF e Escola de Teatro Martins Pena). Os manifestantes se concentraram no Largo do Machado e, depois, saíram em passeata até o Palácio Guanabara.

O ato foi marcado pela irreverência e criatividade. Além das músicas e batuques, alunos de teatro apresentaram uma peça engajada, fazendo uma paródia da música “Baile de Favela”.

Continuar lendo Milhares de pessoas lotam as ruas em defesa da educação

Compartilhar:

Nem Moro, Nem Lula. Mais Direitos, Mais Democracia

Compartilhar:

img-RecoveredA crise política em que o país está mergulhado aumentou com a divulgação da delação premiada do senador Delcídio do Amaral, a nomeação de Lula para comandar a Casa Civil do governo Dilma e a anulação da posse do ex-presidente pela justiça.

No plenário da Câmara Municipal, o vereador Renato Cinco iniciou o discurso demonstrando preocupação com o crescimento de discursos de ódio, citando casos de agressão contra pessoas que apenas aparentavam defender o governo.

Cinco também criticou a seletividade das investigações do poder judiciário e a manipulação midiática, especialmente a promovida por jornais das Organizações Globo, que distorceram ou omitiram trechos do grampo telefônico do presidente Lula.

Continuar lendo Nem Moro, Nem Lula. Mais Direitos, Mais Democracia

Compartilhar:

Tarifa zero para o VLT

Compartilhar:

4O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) será o resultado de uma das principais obras de trânsito da cidade. Anunciado como um dos legados das Olimpíadas, a principal função do novo transporte será ligar a região portuária ao Centro (Cinelândia), substituindo diversos ônibus.

O prefeito Eduardo Paes afirmou, inicialmente, que o VLT seria gratuito. Segundo ele, a gratuidade não traria prejuízos pois, no contrato com o Consórcio VLT Carioca, a Prefeitura já teria assumido os riscos da operação.

Continuar lendo Tarifa zero para o VLT

Compartilhar:

Debate público: o (não) legado ambiental olímpico

Compartilhar:

12800248_985191304893939_2968433237135929142_n

Na próxima terça-feira (22), “Dia Mundial da Água”, o mandato do vereador Renato Cinco promoverá um debate público sobre a ausência do prometido legado ambiental dos Jogos Olímpicos de 2016. A atividade acontecerá, às 18h, no plenário da Câmara Municipal, na Cinelândia.

Continuar lendo Debate público: o (não) legado ambiental olímpico

Compartilhar:

Nota de esclarecimento do Mandato do vereador Renato Cinco (PSOL)

Compartilhar:

Vimos por meio desta comunicar que  acompanhamos atentamente as postagens a respeito do militante antiproibicionista Thiago Tomazine. Por isso, manifestamos nosso absoluto repúdio a essas ações praticadas por Thiago Tomazine, que foi assessor do nosso mandato e é membro de nosso conselho político.

Comunicamos também que, em função do ocorrido, decidimos afastá-lo do nosso conselho político e de qualquer atividade do nosso mandato. Não toleramos essas atitudes, pois  compreendemos que casos como esse são expressão de uma opressão estrutural, que precisamos enfrentar.

Aproveitamos ainda para reafirmar nosso compromisso e solidariedade com a luta feminista e com todas as mulheres que sofrem diariamente com o machismo.

Sem feminismo não haverá igualdade nem liberdade.

Saudações libertárias,
Mandato do vereador Renato Cinco (PSOL-RJ)

Compartilhar:

PROJETO DE LEI Nº 1741/2016

Compartilhar:

    EMENTA:

    INSTITUI A TARIFA ZERO NO SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE COLETIVO POR MEIO DE VEÍCULOS LEVES SOBRE TRILHOS – SSPVLT

Autor(es): VEREADOR RENATO CINCO
A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

D E C R E T A :

Art. 1º Fica instituída a gratuidade na tarifa para todos os usuários do Serviço Público de Transporte Coletivo por Meio de Veículos Leves sobre Trilhos – SSPVLT da cidade do Rio de Janeiro.
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Plenário Teotônio Villela, 1º de março de 2016.
Vereador RENATO CINCO
(PSOL)

JUSTIFICATIVA

Esta lei tem como objetivo contribuir para a ampliação do acesso ao transporte – que compõe o rol dos direitos sociais do art. 6º da Constituição Federal da República – prevendo o seu custeio social.
O estímulo ao transporte público coletivo como meio de locomoção é essencial sob a perspectiva do bem estar de todos que habitam a cidade. Os altos preços das passagens prejudicam toda a população e comprometem a subsistência dos mais pobres, estimulam o uso de carros e contribuem para os congestionamentos, e aumentam o custo de empregar mão-de-obra, ampliando o desemprego e diminuindo a produtividade do trabalhador.

Continuar lendo PROJETO DE LEI Nº 1741/2016

Compartilhar:

Luta, substantivo feminino

Compartilhar:

Com palavras de ordem que afirmavam a necessidade do feminismo, milhares de mulheres ocuparam as ruas do Centro nessa semana. Centenas de balões lilases deixaram demarcado, para qualquer um que visse de longe, que ali estavam mulheres em luta por mais direitos e melhores condições de vida. Assim foi o 8 de março carioca: feministas, mulheres, das mais diversas origens, cores, idades e condições de vida deixando claro para os minimamente atentos que esse é um dia que simboliza a luta das mulheres em todo mundo.

A concentração começou às 16h, na ALERJ, para lembrar que na Casa Legislativa tramita para a aprovação – ou não – dos deputados estaduais o relatório final da CPI do Aborto. Tal CPI foi composta por apenas uma mulher e teve como objetivo aumentar a criminalização já sofrida pelas mulheres. Uma das orientações contidas no relatório, por exemplo, é a de que haja uma integração entre os sistemas de saúde e da polícia, para que toda mulher que dê entrada em alguma unidade de saúde com sintomas relativos à abortamento – natural ou provocado – tenha seu registro incluído também no sistema policial.
Continuar lendo Luta, substantivo feminino

Compartilhar:

David Harvey, ativista carioca

Compartilhar:

Na noite da próxima sexta-feira (11), a Cinelândia será ocupada por lutadores que buscam tornar o Rio de Janeiro um lugar melhor. David Harvey e Marcelo Freixo farão o debate público “RIO: Cidade Rebelde”, que encerra a semana de atividades promovidas pelo movimento “Se a Cidade Fosse Nossa”. A concentração na Cinelândia começará às 18h. Confirme presença no Facebook.

Além dos debates realizados no Cine Odeon, o geógrafo David Harvey viveu uma semana de ativista carioca. Ele participou do ato do Dia Internacional de Luta das Mulheres e conheceu de perto a resistência dos moradores da Vila Autódromo.
Continuar lendo David Harvey, ativista carioca

Compartilhar:

O Plano Municipal de Educação que queremos

Compartilhar:

No dia 1º de março, nosso mandato realizou a roda de conversa sobre o “PME que Queremos”. A atividade aconteceu no Espaço Plínio de Arruda Sampaio, na Lapa, e contou com a presença de vários setores ligados à educação, como estudantes, professores, pedagogos, representante da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e representantes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (SEPE-RJ).

O PME chegou à Câmara dos Vereadores com oito meses de atraso e agora tramita nas comissões da Casa. Esse plano não pode ser aprovado sem a garantia de um amplo debate com a comunidade escolar. Tal debate já deveria ter ocorrido, mas mesmo com a Prefeitura cumprindo certos passos para a construção do documento base, este passou à margem das escolas, o que impediu que a maioria dos profissionais de educação, pais e alunos pudessem propor suas demandas.
Continuar lendo O Plano Municipal de Educação que queremos

Compartilhar:

Prefeitura ataca a Vila Autódromo mais uma vez

Compartilhar:

A caixa de maldades da prefeitura do Rio contra os moradores da Vila Autódromo foi aberta mais uma vez. Desta vez, no Dia Internacional das Mulheres (08), os tratores do prefeito Eduardo Paes demoliram a casa da Maria da Penha, uma das lideranças da resistência na comunidade.

No dia que perdeu a casa, Maria da Penha se preparava para receber a medalha de Mulher Cidadã na ALERJ. Depois de várias semanas em alerta, na manhã desta terça-feira, a tropa de choque enviada pela Prefeitura, de forma covarde, promoveu mais essa ação ilegal na Vila Autódromo.
Continuar lendo Prefeitura ataca a Vila Autódromo mais uma vez

Compartilhar: