Uma festa muito louca

Compartilhar:

A festa mais ANTIMANICOMIAL do Rio de Janeiro está de volta! O local escolhido para o evento, desta vez, foi o Espaço Maria Teresa, que fica na Rua da Carioca, nº 85. Um lugar amplo, arejado e militante! O melhor de tudo é que a organização da festa garante cerveja gelada e muita alegria a noite inteira.

O DJ Pajé é o encarregado de animar a pista de dança e a festa contará com a participação especial do brechó mais estiloso da cidade, o MADAME SURTÔ (https://www.facebook.com/MadameSurto?fref=ts).

A entrada custa R$10,00 e a realização é do Núcleo Estadual do Movimento da Luta Antimanicomial – NEMLA/RJ. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos através dos telefones: LAIS – 81389452 e ANDRESSA – 79190894.

Galera, se liga: a casa NÃO aceita cartões. Boa festa!

Compartilhar:

Plenária de educadores pela CPI do FUNDEB

Compartilhar:

No dia 11 de setembro (quarta-feira), acontecerá a Plenária de Educadores pela CPI do FUNDEB. A atividade será realizada, a partir das 18h, no auditório da Câmara dos Vereadores (Praça Floriano, s/n, Cinelândia). Em pauta: a mobilização em torno da instalação da CPI. A participação de todos/as é fundamental! Atenção: homens só podem entrar de calça comprida.

 

 

Compartilhar:

Congresso do PSOL

Compartilhar:

Neste ano, acontecerão os congressos do PSOL . Os/as delegados/as estão sendo eleitos/as em plenárias, por município. No Rio, já foram realizadas três. As duas últimas ocorrerão no dia 8 de setembro (domingo), no CAP da UERJ (Rua Santa Alexandrina, 288, Rio Comprido), às 13h, e no dia 10 de setembro (terça-feira), às 19h, na ACM (Rua da Lapa, 86).

Compartilhar:

A resposta do Governo Cabral às ruas tem sido mais brutalidade policial e criminalização dos movimentos sociais

Compartilhar:

Na última quarta (04), cinco jovens (3 adultos e 2 adolescentes) ligados à página “Black Block RJ” no facebook foram acordados em suas casas com policiais buscando seus computadores e telefones. Levados à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), os 3 adultos, pelo menos um deles com 18 anos recém completados, foram indiciados e presos pelos crimes de “incitação à violência”, pelas publicações na internet, e “formação de quadrilha armada” por conta de um canivete encontrado na casa de um deles e um artefato que poderia ser utilizado para furar pneus achado na residência de outro.

O malabarismo legal para enquadrá-los em um crime inafiançável revela a verdadeira intenção do acuado Governo Cabral e sua cúpula de segurança: intimidar e criminalizar os protestos populares.

Continuar lendo A resposta do Governo Cabral às ruas tem sido mais brutalidade policial e criminalização dos movimentos sociais

Compartilhar:

Por que o Rio precisa de uma CPI do FUNDEB?

Compartilhar:

O FUNDEB é um fundo redistributivo de impostos e receitas em nível estadual e recebe complementação da União apenas nos casos em que os Estados não atingem o valor mínimo estipulado por decreto da Presidência da República. Portanto, o Estado e cada um de seus municípios contribuem com parte de suas receitas e recebem de volta valores correspondentes ao número de alunos matriculados nas escolas sob sua administração.

No caso do Rio de Janeiro, o nosso município sempre ganhou muito dinheiro com o FUNDEB. A previsão para este ano é de que a contribuição seja de 650 milhões de reais e os ganhos de 2 bilhões. A receita do FUNDEB cresce a cada ano e sempre acima dos reajustes concedidos aos profissionais da educação. Entre 2009 e 2012, na primeira gestão do prefeito Eduardo Paes, o FUNDEB teve um crescimento de mais de 50%, enquanto os reajustes somados não chegaram a 25%. Mesmo utilizando menos da metade das verbas do FUNDEB para o pagamento de salários, no primeiro semestre, as receitas do Fundo custearam quase 70% de toda folha de pagamento da SME. Atualmente o FUNDEB paga 93% do salário dos professores do ensino fundamental.

O que não é gasto com salário também não resulta em melhorias nas condições físicas das unidades escolares. Relatório do TCM destaca que o número de escolas em condições precárias cresceu entre 2010 e 2012 e que muitas unidades escolares ainda carecem de equipamentos mínimos para realização de suas atividades. Então, se o dinheiro do FUNDEB não resulta em valorização da carreira, ou em escolas melhores, para onde ele vai?

Continuar lendo Por que o Rio precisa de uma CPI do FUNDEB?

Compartilhar:

Da promessa de legado sobraram as ruínas

Compartilhar:

Já no primeiro mandato do prefeito Eduardo Paes, em nome dos megaeventos, os tratores da prefeitura derrubaram sem piedade as casas da Vilas Recreio II, Harmonia e Restinga, no Recreio dos Bandeirantes. O poder público justificou essa ação como sendo necessária para abrir caminho para o BRT Transoeste, via expressa que liga Barra da Tijuca a Santa Cruz.

Na viagem inaugural da Transoeste, em junho de 2012, ex-presidente Lula e o prefeito Eduardo Paes embarcaram no ônibus que passou longe do terreno onde ficava a maior parte das casas da Vila Recreio II.

Compartilhar:

Agenda do NPC

Compartilhar:

Foi lançada, no último domingo (01), a “Agenda do Núcleo Piratininga de Comunicação”. O exemplar, apresentado durante a edição passada do projeto “Domingo É Dia de Cinema”, traz informações sobre Lutas e Revoluções Populares na América Latina nos séculos 19,20,21.

A publicação conta com pílulas diárias de informações sobre os vários acontecimentos que compõem a história de resistência do nosso continente. Além de resgatar fatos e personagens históricos, este material de formação tem o objetivo de incentivar um sentimento de integração latino-americana. A agenda está à venda na Livraria Antonio Gramsci por apenas R$ 25,00. Sindicatos também podem fazer a sua personalizada! Basta enviar um e-mail para npiratininga@uol.com.br para saber como proceder.

Continuar lendo Agenda do NPC

Compartilhar:

Grito dos Excluídos

Compartilhar:

grito

As pessoas que foram para as ruas este ano podem não saber, mas existe uma multidão de guerreiros/as presente nas lutas há muito tempo. Neste sete de setembro, ocorrerá mais uma edição do Grito dos Excluídos, manifestação que reúne militantes de diversos movimentos populares desde o início dos anos 90.

Seguindo a tradição, a concentração da atividade no Rio de Janeiro começará às 9h, na esquina da Av. Presidente Vargas com a Rua Uruguaiana, no Centro.

No contexto das grandes manifestações de junho, o Grito dos Excluídos deste ano ganha um contorno especial. Impossível não lembrar do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, desparecido após ser levado por PMs até a base da UPP da Rocinha. Impossível esquecer as 37 mil famílias removidas de suas casas, com a falsa justificativa de obras de mobilidade e instalações que serão utilizadas na Copa do Mundo e Olimpíadas. A grave e inaceitável repressão policial contra manifestantes, que marcou os grandes atos de junho, também está na memória de quem foi às ruas lutar por direitos.

Todos/as são excluídos do projeto de cidade idealizado pelo governo estadual e municipal do PMDB, que adotou como prática a remoção da população pobre das áreas de desenvolvimento do capital e da realização dos megaeventos.

Pelo Amarido, pelos/as removidos/as e por todos/as os/as excluídos/as deste projeto político, o Grito dos Excluídos deste ano precisa ser o maior da história. Confirme presença no evento do Facebook.

Compartilhar:

Tem que apurar

Compartilhar:

Em relação às recentes denúncias veiculadas pelos órgãos de comunicação, a Executiva Estadual do PSOL do Rio de Janeiro divulgou em nota suas decisões.

Leia a íntegra da nota:

RIO DE JANEIRO, 3 DE SETEMBRO DE 2013.

NOTA DA EXECUTIVA ESTADUAL DO PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE

Diante das graves denúncias que chegaram ao seu conhecimento, a Executiva Estadual do PSOL RJ decide:

– Encaminhar à Executiva Nacional pedido de expulsão dos filiados MARCOS PAULO ALVES e CRISTIANO RIBEIRO VALLADÃO;

– Encaminhar para a Direção Nacional o pedido de abertura de Comissão de Ética para investigação de todos os envolvidos no conjunto das denúncias;

– Acatar o pedido de afastamento da Deputada Estadual JANIRA ROCHA da presidência estadual do PSOL e da liderança da bancada na ALERJ;

– Nomear o atual Secretário Geral, ROGÉRIO NORBERTO DA CUNHA ALIMANDRO, como presidente interino do Diretório Estadual do partido.

O PSOL reafirma os princípios éticos que devem nortear a luta dos trabalhadores e não admitirá quaisquer desvios contra tais princípios.

Compartilhar: