Engenhão: o último legado do Pan

Compartilhar:

Com a interdição do estádio municipal João Havelange, o Engenhão, no dia 26 de março, a cidade do Rio de Janeiro perde o último legado dos Jogos PanAmericanos de 2007.

Construído para os Jogos PanAmericanos de 2007, a obra do Engenhão foi acompanhada de inúmeros problemas. Orçada em 60 milhões de reais, após 10 aditivos, custou aos cofres públicos nada menos que 320 milhões de reais. Uma obra que teve início com a construtora Delta, e que, alegando não ser capaz de terminar a obra no prazo exigido, passou a obra para a OAS e para a Odebrecht, mesmo grupo de construtoras que hoje realizam a reforma do Maracanã.

O programa “Mega Construções” do canal Discovery Channel acompanhou a construção da cobertura do estádio e mostra todos os “jeitinhos” necessários para se concluir a obra no prazo exigido.

O mandato do vereador Renato Cinco entrou com um Requerimento de Informação junto ao gabinete do Prefeito, solicitando o acesso aos laudos técnicos que subsidiaram a interdição do estádio e as avaliações técnicas feitas do estádio desde 2007.

Compartilhar: